A atividade de inteligência no Ministério da Defesa: uma proposta de reforma

Marta Sianes Oliveira do Nascimento, Ivan Fialho

Resumo


Este ensaio pretende analisar as modificações ocorridas na estrutura organizacional e nas atribuições das áreas relacionadas às atividades de Inteligência Estratégica e de Inteligência Operacional no âmbito do Ministério da Defesa, desde a sua criação em 1999 até a publicação da última reestruturação em fevereiro de 2017. A partir daquela análise, propor modificações naquela estrutura que propiciem melhores condições para a execução da atividade de inteligência estratégica.


Palavras-chave


Defesa; Inteligência; Inteligência Estratégica; Ministério da Defesa.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado.

______. 1999. Lei Complementar n° 97 de 10 de junho de 1999. Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas (FA). Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. 1999. Lei nº 9.883 de 07 de dezembro de 1999. Institui o Sistema Brasileiro de Inteligência, cria a Agência Brasileira de Inteligência - ABIN, e dá outras providências. Disponível em: http://www.abin.gov.br. Acesso em 13 jul. 2016.

______. 2000. Decreto nº 3.466 de 17 de maio de 2000. Aprova a Estrutura Regimental do Ministério da Defesa e dá outras providências. Disponível em: http://www2. camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. 2002. Decreto nº 4.376 de 13 de setembro de 2002. Dispõe sobre a organização e o funcionamento do Sistema Brasileiro de Inteligência, instituído pela Lei nº 9.883, de 7 de dezembro de 1999, e dá outras providências. Disponível em: http://www.abin.gob.br. Acesso em 12 fev.2017.

______. 2003. Decreto nº 4.735 de 11 de junho de 2003. Aprova a Estrutura Regimental do Ministério da Defesa e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

Regimental do Ministério da Defesa e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. 2004. Decreto nº 5.201 de 2 de setembro de 2004. Aprova a Estrutura Regimental do Ministério da Defesa. 2007. Portaria Normativa nº 196/EMD/MD, de 22 de fevereiro de 2007. Aprova o “Glossário das Forças Armadas” - MD35-G-01. 4. ed. Disponível em: http://www.defesa.gov.br/arquivos/File/legislacao/emcfa/ publicacoes/md35g01glossario fa4aed2007.pdf. Acesso em 3 jul. 2016.

______. 2007. Decreto nº 6.233, de 4 de outubro de 2007. Aprova a Estrutura Regimental do Ministério da Defesa, altera o Decreto no 3.564, de 17 de agosto de 2000, que dispõe sobre a estrutura e o funcionamento do Conselho de Aviação Civil - CONAC, e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara. leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. 2010. Lei Complementar nº 136, de 25 de agosto de 2010. Altera a Lei Complementar nº 97, de 9 de junho de 1999, para criar o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas e disciplinar as atribuições do Ministro de Estado da Defesa. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. 2010. Decreto nº 7.364, de 23 de novembro de 2010. Aprova a Estrutura Regimental do Ministério da Defesa e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. Ministério da Defesa. 2011. Portaria Normativa nº 3.810/MD, de 8 dedezembro de 2011. Dispõe sobre a “Doutrina de Operações Conjuntas” – Anexo D – Inteligência para Operações Conjuntas. Disponível em: http://www.esg.br/images/manuais. Acesso em 24 out. 2016.

______. Ministério da Defesa. 2012. Estratégia Nacional de Defesa. Brasília, 2012. Disponível em: http://www.defesa.gov.br/arquivos/estadoedefesa/END-PND. Acesso em 8 abr. 2016.

______. Ministério da Defesa. 2012. Política Nacional de Defesa. Brasília, 2012. Disponível em: http://www.defesa.gov.br/arquivos/estadoedefesa/END-PND. Acesso em 8 abr.2016.

______. 2013. Decreto nº 7.479, de 1º de abril de 2013. Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e Funções de Confiança do Ministério da Defesa. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em 15 ago. 2016.

______. 2013. Decreto Legislativo nº 373, de 2013. Aprova a Política Nacional de Defesa, a Estratégia Nacional de Defesa e o Livro Branco de Defesa Nacional. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decleg/2013/decretolegislativo-

-25-setembro2013. Acesso em 3 jul.2016.

______. 2016. Decreto nº 8.793, de 29 de junho de 2016. Fixa a Política Nacional de Inteligência. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil03. Acesso em 03 jul. 2016.

______. 2017. Decreto nº 8.978, de 1º de fevereiro de 2017. Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Ministério da Defesa, remaneja cargos em comissão e substitui cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores - DAS por Funções Comissionadas do Poder Executivo - FCPE. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil03. Acesso em 11 fev. 2017.

Kent, S. 1967. Informações estratégicas. Trad. Cel. Hélio Freire. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército.

Lowenthal, M. M. 2009. Intelligence: from secrets to policy. 4th. ed.Washington: CQ Press.

Platt, W. 1974. A produção de informações estratégicas. Trad. Álvaro Galvão Pereira e Heitor Aquino Ferreira. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército.

Santos, A. R. e outros. 2002. Defesa Nacional e Inteligência Militar. Disponível em http://www.senado.gov.br/comissoes/ccai/07-Quarta%20Parte.pdf. Acesso em 3 jul. 2016.

Shulsky, A., Schmitt, G. 2002. Silent warfare: understanding the world of intelligence. 3rd. ed. Washington: Brassey’s.

United States. Department of Defense. 2011. DOD. Dictionary of Military and Associated Terms. JP1-02. Disponível em: http://www.people.mil/Portals/56/Documents/rtm/jp102.pdf. Acesso em 3 jul. 2016.

______. Department of Defense. 2017. DOD. Dictionary of Military and Associated Terms. Disponível em: http://www.dtic.mil/doctrine/new_pubs/dictionary.pdf. Acesso em 31 mar. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.26792/rbed.v4n1.2017.72926

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES