A Reintegração de Crianças-Soldado nas Operações de Paz da ONU

Giovanna Ayres Arantes de Paiva

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão do processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR), previsto nos mandatos das Operações de Manutenção da Paz da ONU, sobretudo a partir de 2000, como a principal forma de efetivar a reintegração de crianças-soldado na sociedade. 


Palavras-chave


Crianças-soldado; Nações Unidas; Operações de Paz; Reintegração

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, P. (1981) História Social da Criança e da Família. Rio de Janeiro: LTC Editora.

BARBOSA, Maria Carmen Silveira. (2014) Culturas infantis: contribuições e reflexões. Rev. Diálogo Educ. Curitiba, v. 14, n. 43, p. 645-667, set./dez.

BELLAMY, A.J.; GRIFFIN, S.; WILLIAMS, P. (2004) Understanding

Peacekeeping. Cambridge: Polity Press.

BIGATÃO, J. P. (2015) Do Fracasso à Reforma das Missões de Paz das Nações Unidas (2001 – 2010). 191. Tese de Doutorado em Relações Internacionais – Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (Unesp/Unicamp/Puc-SP), Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo, 2015.

BÜHLER-NIEDERBERGER, D; VAN KRIEKEN, R. (2009) Rethinking the Sociology of Childhood: Competition, Conflict and Cooperation in Contemporary Children’s Lives. IN: New Handbook of International Sociology, edited by Ann Denis & Devorah

Kalekin‐Fishman, London.

CABRAL, I. (2005) Digerindo o passado: rituais de purificação e reintegração social de crianças-soldado no sul de Moçambique. Antropologia Portuguesa 22/23, 2005/2006: 133-156. Disponível em: Acesso em: 09 ago. 2015.

CHILDREN AND ARMED CONFLICT. (2014) Our work. Disponível em: Acesso em: 29. Jun. 2014.

CHILDREN; DKPO. (2011) Child Protection in United Nations Peacekeeping: Volume I. Disponível em: Acesso em: 05 ago. 2015.

COALITION TO STOP THE USE OF CHILD SOLDIERS. (2008) Global Report 2008.

DELGADO, A. C. C; MÜLLERS, F. (2005) Sociologia da Infância: Pesquisa com Crianças. Educ. Soc., Campinas, vol. 26, n. 91, p. 351-360, Maio/Ago. Disponível em: Acesso em: 24 ago. 2015.

DKPO. (2010) DDR in peace operations: a retrospective. Disponível em: Acesso em: 06 ago. 2015.

_____. (2015) Disarmament, Demobilization and Reintegration. Disponível em: Acesso em: 26 jul. 2015.

_____. (2010) Second Generation Disarmament, Demobilization and Reintegration Practicies in Peace Operations A Contribution to the New Horizon Discussion on Challenges and Opportunities for UN Peacekeeping. Disponível em: < http://www.un.org/en/peacekeeping/documents/2GDDR_ENG_WITH_COVER.pdf> Acesso em: 09 ago. 2015.

GISLESEN, K. (2006) A Childhood Lost? The Challenges of Successful Disarmament, Demobilization and Reintegration of Child Soldiers: The Case of West Africa. NUPI Working Paper, No. 712. Noruega: Norwegian Institute of International Affairs.

HART, R. (1992) Children's Participation from Tokenism to Citizenship. Florence: UNICEF Innocenti Research Centre.

HONWANA, A. (2006) Child Soldiers in Africa. Filadélfia: University of Pennsylvania Press.

KINGMA, K. (2002) Demobilization, Reintegration and Peacebuilding in Africa, International Peacekeeping, Vol.9, No.2, p. 181-201.

KNIGHT, M.; OZERDEM, A. (2004) Guns, Camps and Cash: Disarmament, Demobilization and Reinsertion of Former Combatants in Transitions from War to Peace, Journal of Peace Research, Vol.41, No. 4, p. 499-516.

MACHEL, Graça. (1996) Promoção e Proteção dos Direitos das Crianças: Impacto do conflito armado nas crianças. Disponível em: Acesso em: 08 jul. 2015.

MUGGAH, R. (2005) No Magic Bullet: A Critical Perspective on Disarmament,

Demobilization and Reintegration (DDR) and Weapons Reduction in Post-Conflict Contexts, The Commonwealth Journal of International Affairs, vol.94, No. 379, p. 239-252.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (OIT). (1973) Convenção 138. Disponível em: Aceso em: 06 fev. 2015.

RIVARD, L. (2010) Child Soldiers and Disarmament, Demobilization and Reintegration Programs: The Universalism of Children’s Rights vs. Cultural Relativism Debate. The Journal of Humanitarian Assistance. Disponível em:< https://sites.tufts.edu/jha/archives/772> Acesso em: 01 ago. 2015.

SARMENTO, M. J. (2005) Gerações e alteridade: interrogações a partir da sociologia da infância Educ. Soc., Campinas, vol. 26, n. 91, p. 361-378, Maio/Ago. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/es/v26n91/a03v2691.pdf> Acesso em: 15 jul. 2015.

SINGER, P.W. (2001) Caution: Children at War. Parameters Winter 2001-2002. Disponível em:

http://www.brookings.edu/~/media/research/files/articles/2001/12/01usmilitarysinger/20011203singer.pdf> Acesso em: 15 jul. 2015.

TABAK, J. (2009) As Vozes de Ex-Crianças Soldado: Reflexões Críticas sobre o Programa de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração das Nações Unidas. 2009. Dissertação de Mestrado em Relações Internacionais – Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais do Instituto de Relações Internacionais, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

_____. (2014) “In the best interest” of whom? Rethinking the Limits of the International Political Order through the (Re)constructions of the World Child and Child-Soldiers. 2014. 218. Tese de Doutorado em Relações Internacionais – Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais do Instituto de Relações Internacionais, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

UNDDR. (2015) Country Overview. Disponível em: Acesso em: 27 jul. 2015.

_____. (2015) What is DDR? Disponível em: Acesso em: 27 jul. 2015.

UNICEF. (1989) Convenção sobre os Direitos da Criança. Disponível em: Acesso em: 30 mar. 2015.

_____. (2007a) Paris Commitments. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2015.

_____. (2007b) Paris Principles. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2015.

_____. (2003) Situação Mundial da Infância. House 3 UN Plaza, New York, NY 10017, USA.

_____. (2007) Will you listen?: Young Voices from Conflict Zones. Nova York: Nações Unidas.

UNITED NATIONS (UN). (1977a) Convenção de Genebra. Protocolo Adicional I. Disponível em: < http://www.gddc.pt/direitos-humanos/textos-internacionais-dh/tidhuniversais/dih-prot-I-conv-genebra-12-08-1949.html> Acesso em: 03 fev. 2015.

_____. (1977b) Convenção de Genebra. Protocolo Adicional II. Disponível em: Acesso em: 03 fev. 2015.

_____. (1959) Declaração dos Direitos da Criança. Disponível em: Acesso em: 23 jan. 2015

_____. (1974) Declaração sobre Proteção de Mulheres e Crianças em Situação de Emergência ou de Conflito Armado. Disponível em: < http://direitoshumanos.gddc.pt/3_4/IIIPAG3_4_6.htm> Acesso em: 06 fev. 2015.

_____. (2000) General Assembly. Panel on United Nations Peace Operations. Disponível em:< http://www.un.org/en/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/55/305> Acesso em: 14 ago. 2015.

_____. (2014) Operational Guide to the Integrated Disarmament, Demobilization and Reintegration Standars.

_____. (1966a) Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos. Art.24. Disponível em: Acesso em: 06 fev. 2015.

_____. (1966b) Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais. Art 10. Disponível em: Acesso em: 06 fev. 2015.

_____. (2000) Protocolo Facultativo para a Convenção sobre os Direitos da Criança sobre o envolvimento de crianças em conflitos armados. Disponível em: < http://www.unicef.org/brazil/pt/resources_10124.htm> Acesso em: 08 maio 2015.

_____. (1998) Rome Statute of the International Criminal Court. Disponível em: Acesso em: 10 jan. 2015.

_____. (2005) Security Council. Resolution 1612. Disponível em Acesso em: 10 jul. 2015.

_____. (2009) Resolution 1882. Disponível em: < http://www.un.org/en/ga/search/view_doc.asp?symbol=S/RES/1882(2009)> Acesso em: 10 jul. 2015.

_____. (2006) The Integrated DDR Standars (IDDRS).

VERHEY, B. (2001). Child Soldiers: Preventing, Demobilizing and Reintegrating. Africa Region Working Paper Series, No. 23. Washington, DC:Banco Mundial, 2001.

WESSELS, M (2006). Child Soldiers: From Violence to Protection.Massachusetts: Harvard University Press.




DOI: http://dx.doi.org/10.26792/rbed.v3n2.2016.73139

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES