Priorização de projetos do segmento espacial por processo de análise hierárquica

José Augusto Peçanha Camilo, Luiz Octavio Gavião, Sergio Kostin

Resumo


A pesquisa priorizou os projetos previstos no Programa Estratégico de Sistemas Espaciais, num contexto de austeridade econômica. Foram utilizados os critérios basilares do Programa, modelados por Processo de Análise Hierárquica (AHP), com base nas avaliações de especialistas. Os resultados indicaram a prioridade aos satélites de observação sobre os de comunicação.

Palavras-chave


Programa Estratégico de Sistemas Espaciais; Programa Espacial Brasileiro; Priorização de Projetos; Método AHP

Texto completo:

PDF

Referências


Agápito, Andrezza de Oliveira, Dalessandro Soares Vianna, Larissa Archangelo Candido, Edwin B Mitecc Meza, and Marcilene de Fátima Dianin Vianna. 2016. “Utilização Do Método de Análise Hierárquica (Ahp) Como Ferramenta de Auxílio Multicritério No Processo de Decisão de Priorização de Projetos de Ciência, Tecnologia e Inovação Na Amazônia Azul.” Blucher Marine Engineering Proceedings 2 (1): 474–83.

Amaral, Roberto. 2010. “Porque o Programa Espacial Engatinha (as Dificuldades Brasileiras de Desenvolver Projetos Estratégicos).” Passagens. Revista Internacional de História Política e Cultura Jurídica 2 (5): 4–42.

Araújo, Carla, and Daniel. Rittner. 2019. “Sem Orçamento, Defesa Adia Projetos Estratégicos Até 2040.” Valor Econômico, May 9, 2019. https://www.valor.com.br/brasil/6230385/sem-orcamento-Defesa-adia-projeto-estrategico-ate-2040.

Araujo, Jéfferson Jesus de, and Thiago Magalhães Amaral. 2016. “Aplicação Do Método ELECTRE I Para Problemas de Seleção Envolvendo Projetos de Desenvolvimento de Software Livre.” Revista GEPROS 11 (2): 121.

Bartels, Walter. 2011. “A Atividade Espacial e o Poder de Uma Nação.” In Desafios Do Programa Espacial Brasileiro, 1st ed., 59–79. Brasilia: Secretaria de Assuntos Estratégicos.

Bhaskar, Sourabh, Mukesh Kumar, and Amar Patnaik. 2019. “Application of Hybrid AHP-TOPSIS Technique in Analyzing Material Performance of Silicon Carbide Ceramic Particulate Reinforced AA2024 Alloy Composite.” Silicon, 1–10.

Brasil. 2009. “Diretriz Ministerial 0014/2009 - Integração e Coordenação Dos Setores Estratégicos Da Defesa.” Brasilia: Ministério da Defesa. https://www.defesa.gov.br/arquivos/File/legislacao/emcfa/portarias/0014_2009.pdf.

———. 2016. “Estratégia Nacional de Defesa. Versão Sob Apreciação Do Congresso Nacional (Lei Complementar 97/1999, Art. 9o, § 3o).” Brasilia-DF. http://www.defesa.gov.br/arquivos/2017/mes03/pnd_end.pdf.

———. 2017. “História - A Origem Do INPE Na Corrida Espacial.” Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 2017. http://www.inpe.br/institucional/sobre_inpe/historia.php.

———. 2018a. “MD20-S-01 - Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE).” Brasilia: Ministério da Defesa. Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas. https://www.defesa.gov.br/arquivos/legislacao/emcfa/publicacoes/doutrina/md20_s_01_programa_estrategico_de_sistemas_espaciais_pese_ed-2018.pdf.

———. 2018b. “Política Nacional de Desenvolvimento Das Atividades Espaciais (PNDAE).” Agência Espacial Brasileira. Ministério Da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 2018. http://www.aeb.gov.br/programa-espacial-brasileiro/politica-organizacoes-programa-e-projetos/politica-nacional-de-desenvolvimento-das-atividades-espaciais-pndae/.

———. 2018c. “Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE).” Agência Espacial Brasileira. Ministério Da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 2018. http://www.aeb.gov.br/programa-espacial-brasileiro/politica-organizacoes-programa-e-projetos/programa-nacional-de-atividades-espaciais/.

———. 2018d. “Relatório de Gestão Do Exercício de 2017.” Brasilia. http://www.aeb.gov.br/wp-content/uploads/2018/06/RG-2017_AEB-Final_TCU_Processo_01350.000058-2018-83.pdf.

———. 2018e. “Sistema Nacional de Desenvolvimento Das Atividades Espaciais (SINDAE).” Agência Espacial Brasileira. Ministério Da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 2018. http://www.aeb.gov.br/programa-espacial-brasileiro/politica-organizacoes-programa-e-projetos/sistema-nacional-de-desenvolvimento-de-atividades-espaciais/.

———. 2019. “Requerimento de Informação No 630/2019.” Brasilia: Ministério da Defesa. Ofício no 17977/GM-MD. Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1777020.

———. 2020. “O Que é o PESE?” Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE). 2020. http://www2.fab.mil.br/ccise/index.php/o-que-e-o-pese.

Carleial, Aydano Barreto. 2009. “Uma Breve História Da Conquista Espacial.” Parcerias Estratégicas 4 (7): 21–30.

Carvalho, Himilcon de Castro. 2011. “Alternativas de Financiamento e Parcerias Internacionais Estratégicas No Setor Espacial.” In Desafios Do Programa Espacial Brasileiro, 17–40. Brasilia: Brasil. Secretaria de Assuntos Estratégicos.

Danesh, Darius, Michael J Ryan, and Alireza Abbasi. 2018. “Multi-Criteria Decision-Making Methods for Project Portfolio Management: A Literature Review.” International Journal of Management and Decision Making 17 (1): 75–94.

Durão, Otavio Santos Cupertino, and Décio Castilho Ceballos. 2011. “Desafios Estratégicos Do Programa Espacial Brasileiro.” In Desafios Do Programa Espacial Brasileiro, 41–58. Brasilia: Brasil. Secretaria de Assuntos Estratégicos.

Freire, Rodrigo Araujo, and Ricardo Bernardes de Mello. 2017. “A Priorização de Projetos de Sistemas de Informação (SI) Na Administração Pública Federal (APF).” Interação-Revista de Ensino, Pesquisa e Extensão 19 (1): 311–27.

Gavião, Luiz Octávio, Annibal Parracho Sant’Anna, Gilson Brito Alves Lima, Pauli Adriano de Almada Garcia, and Sergio Kostin. 2019. “Apoio à Decisão Associando a Composição Probabilística de Preferencias Ao Monte Carlo AHP (CPP-MCAHP).” In LI Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional, 1–12. Limeira-SP: SOBRAPO. https://callforpapers.galoa.com.br/br/system/files/realm/sbpo-2019/submissions/submission-104556-875619-field_submission_abstract_file2.pdf.

Heathcote, Andrew, Stephen J Popiel, and D J Mewhort. 1991. “Analysis of Response Time Distributions: An Example Using the Stroop Task.” Psychological Bulletin 109 (2): 340.

Hummel, J M, Monica D Oliveira, Carlos A Bana e Costa, and Maarten J IJzerman. 2017. “Supporting the Project Portfolio Selection Decision of Research and Development Investments by Means of Multi-Criteria Resource Allocation Modelling.” In Multi-Criteria Decision Analysis to Support Healthcare Decisions, 89–103. Springer.

Junior, Ilton Curty Leal, Vanessa de Almeida Guimarães, and Newton Narciso Pereira. 2017. “Avaliação de Aspectos e Atributos de Sustentabilidade Para Priorização de Projetos de Dragagem Em Portos.” Revista de Administração, Sociedade e Inovação 3 (2): 152–74.

Krug, Thelma. 2009. “Tecnologia Espacial Como Suporte à Gestão Dos Recursos Naturais.” Parcerias Estratégicas 4 (7): 211–26.

Liu, Cheng Hsiung, and Chun-Wei R Lin. 2016. “The Comparative of the AHP Topsis Analysis Was Applied for the Commercialization Military Aircraft Logistic Maintenance Establishment.” International Business Management 10 (4): 6428–32.

Lobo, Carlos Eduardo Riberi, and Ana Claudia Salgado Cortez. 2015. “O Programa ‘Guerra Nas Estrelas’ e o Governo Reagan.” CADUS-Revista de Estudos de Política, História e Cultura. ISSN 2446-9076 1 (1): 39–50.

Loureiro, Rodrigo Resende, Fernando Luiz Goldman, and Mario Santos de Oliveira Neto. 2018. “Gestão de Portfólio de Projetos Com Auxílio Do Método AHP.” Sistemas & Gestão 13 (3): 295–310.

Meira Filho, Luiz Gylvan, Lauro Tadeu Guimarães Fortes, and Eduardo Dorneles Barcelos. 2009. “Considerações Sobre a Natureza Estratégica Das Atividades Espaciais e o Papel Da Agência Espacial Brasileira.” Parcerias Estratégicas 4 (7): 7–20.

Mussa, Munir, Renata Cordeiro, Rafael Freitas, Henrique Hora, and Simone Silva. 2018. “Priorização de Projetos de TI Através Da Modelagem Do Processo e Utilização Do Método PROMETHEE.” Revista de Gestão Dos Países de Língua Portuguesa 17 (1): 56–75.

Parvaneh, Fatemeh, and Sameh Monir El-Sayegh. 2016. “Project Selection Using the Combined Approach of AHP and LP.” Journal of Financial Management of Property and Construction 21 (1): 39–53.

Pereira, Leandro Batista. 2018. “Agência Espacial Brasileira (Verbete).” Rio de Janeiro: FGV-CPDOC. http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-tematico/agencia-espacial-brasileira-aeb.

Pouillot, Régis, and Marie Laure Delignette-Muller. 2010. “Evaluating Variability and Uncertainty Separately in Microbial Quantitative Risk Assessment Using Two R Packages.” International Journal of Food Microbiology 142 (3): 330–40.

Queiroz, Glauber Pimentel de, and Luiz Ricardo Cavalcante. 2012. “TD 1751 - Evolução Da Execução Orçamentária Do Ministério Da Ciência, Tecnologia e Inovação Entre 2001-2010.” Brasilia. http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_1751.pdf.

Saaty, Thomas L. 1980. The Analytic Hierarchy Process. Vol. 324. New York: McGraw-Hill.

Silva, Bruno Candido, Eber Assis Schmitz, Monica Ferreira Silva, and Luis Alberto Duncan Rangel. 2019. “Apoio Multicritério à Decisão Para Priorização de Projetos de P&D: Um Estudo de Caso Em Empresa de Óleo e Gás.” ISys-Revista Brasileira de Sistemas de Informação 13 (1): 5–32.

Silva, Ozires, and Walter Bartels. 2009. “Tecnologia Espacial e Desenvolvimento.” Parcerias Estratégicas 4 (7): 31–42.

Sousa, Bruno Carlos da Silva, Luis Alberto Duncan Rangel, and Cecilia Toledo Hernandez. 2018. “Priorização de Projetos de Melhoria de Produtividade Através Do Método Multicritério PROMETHÉE II.” Pesquisa Operacional Para o Desenvolvimento 10 (1): 27–40.

Teracine, Edson Baptista. 2009. “Os Benefícios Sócio-Econômicos Das Atividades Espaciais No Brasil.” Parcerias Estratégicas 4 (7): 43–74.

Vitorino, Sidney Lincoln, Rosaria de Fátima Segger Macri Russo, and Roberto Camanho. 2016. “Aplicação Do AHP Na Aquisição de Um ERP de Gestão Hospitalar.” Revista de Gestão e Projetos-GeP 7 (3): 61–73.

Wu, Yunna, Chuanbo Xu, Yiming Ke, Kaifeng Chen, and Xiaokun Sun. 2018. “An Intuitionistic Fuzzy Multi-Criteria Framework for Large-Scale Rooftop PV Project Portfolio Selection: Case Study in Zhejiang, China.” Energy 143: 295–309.




DOI: https://doi.org/10.26792/rbed.v7n1.2020.75163

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES