Unasul e União Europeia: análise comparada em termos de Segurança e Defesa

Tomaz Espósito Neto, Lisa Belmiro Camara

Resumo


Ao se considerar a análise comparada como método ímpar para a compreensão dos mais variados fenômenos — entre eles as dinâmicas do cenário internacional —, este trabalho traça um paralelo entre os órgãos de segurança e defesa da UNASUL e da União Europeia, com o intuito de compreender a lógica da cooperação em segurança e defesa no âmbito das instituições regionais. Como problema de pesquisa, busca-se responder ao questionamento sobre o porquê de a cooperação em temas de segurança e defesa representar uma inflexão, visto que as questões ainda encontram travas que impedem seu aprofundamento no nível regional. Para tanto, a pesquisa se atém ao Conselho de Defesa Sul-Americano (CDS) da Unasul, que representa a primeira iniciativa de cooperação em segurança e defesa entre todos os países da América do Sul, e à Política Comum de Segurança e Defesa (PCSD) da União Europeia, que constitui o atual estágio da integração europeia sobre os referidos temas.


Palavras-chave


Conselho de Defesa Sul-Americano; Política Comum de Segurança e Defesa; Instituições regionais; Cooperação

Texto completo:

PDF

Referências


ACHARYA, Amitav; JOHNSTON, Alastair. Comparing regional institutions: na introduction. In: ACHARYA, Amitav; JOHNSTON, Alastair (ed.). Crafting Cooperation: Regional International Institutions in Comparative Perspective. New York: Cambridge University Press, 2007.

ARRETCHE, Marta. Tendências no estudo sobre avaliação. In: MELO, Elizabeth (org.). Avaliação de políticas sociais: uma questão em debate. São Paulo: Cortez, 1998.

BAILES, Alyson J. K. The EU and a “Better World”: what role for the European Security and Defence Policy? International Affairs, v. 84, n. 1, 2008.

EUROSTAT, Gabinete de Estatísticas da União Europeia. Disponível em: < https://appsso.eurostat.ec.europa.eu/nui/submitViewTableAction.do>. Acesso em: 18/05/2020.

FUCCILLE, Alexandre. A vacilante atuação brasileira na integração regional: o caso do Conselho de Defesa Sul-Americano. Agenda Política, v. 7, pp. 62-85, 2019.

GASPAR, Carlos. As três principais potências europeias e a crise transatlântica. Primavera, n. 113, pp. 21-36, 2006.

HENRIQUES, Anna Beatriz; SILVA, Thalita. A Política Europeia de Segurança e Defesa: avanços e retrocessos pós Tratado de Lisboa. Revista de Estudos Internacionais, v. 10, pp. 102-114, 2019.

HOWORTH, Jolyon. The European Union’s Security and Defence Policy: The Quest for Purpose. In: HILL, Christopher; SMITH, Michael; VANHOONACKER, Sophie (ed.). International Relations and the European Union. Oxford: Oxford University Press, 2017.

JOBERT, Bruno; MULLER, Pierre. L'État en action: Politiques publiques et Corporatismes. Paris: Presses Universitaires de France, 1987.

MALAMUD, Andrés. Presidential diplomacy and the institutional underpinnings of Mercosur: an empirical examination. Latin American Research Review, v. 40, n. 1, 2005.

MENON, Anand. Defence Policy. In: JONES, Erik; MENON, Anand; WEATHERILL, Stephen (ed.). The Oxford Handbook of the European Union. Oxford: Oxford University Press, 2014.

NOLTE, Detlef. How to compare regional powers: analytical concepts and research topics. Review of International Studies, v. 36, pp. 881-901, 2010.

NYE, Joseph. The Powers to Lead: Soft, Hard and Smart. Oxford: Oxford University Press, 2008.

PRZEWORSKI, Adam; TEUNE, Henry. Logic of comparative social inquiry.

Minnesota: John Wiley & Sons, Inc., 1970.

SAINT-PIERRE, Héctor Luis. La naturaleza política de la Defensa. In: Memórias del Seminário “Modernización de los Ministérios de Defensa”. Quito, 2009b

SARTORI, Giovanni. Comparación y método comparativo. In: SARTORI, Giovanni; MORLINO, Leonardo. (orgs.). La comparación en las ciencias sociales. Madrid: Alianza Editorial, 1994.

SCHOEMAN, Maxi. South Africa as an Emerging Middle Power: 1994–2003. In: DANIEL, John, HABIB, Adam, SOUTHALL, Roger (ed.). State of the Nation: South Africa 2003–2004. Cape Town: HSRC Press, 2003.

STELZER, Joana. União Europeia e supranacionalidade: desafio ou realidade? Curitiba, Juruá, 2001.

SWEET, Alec Stone; SANDHOLTZ, Wayne. European integration and supranational governance. Journal of European Public Policy, v. 4, n. 3, 1997.

TEIXEIRA JR, Augusto W. Contribuições do Conselho de Defesa Sul-Americano para a Cooperação Militar. Revista Política Hoje, v. 24, n. 1, 2015.

VILLARROEL, Gladys. El método comparativo: entre complejidad y generalización. Revista Venezolana de Ciencia Política, n. 20, pp. 97-120, 2001.




DOI: https://doi.org/10.26792/rbed.v7n1.2020.75198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES