Por um Lugar ao Sol: A política Externa Alemã de Otto Von Bismarck à Guilherme II

Danny Zahreddine, Bruno Pimenta Starling

Resumo


A Alemanha, após o seu processo de unificação, concluído em 1871, passou por um intenso crescimento e desenvolvimento até as vésperas da Primeira Guerra Mundial. Sempre orientados por uma percepção da distribuição de poder dentro do sistema internacional, seus líderes procuraram implementar uma política externa visando a ampliar o poder do país de forma a encontrar um melhor posicionamento relativo no sistema. Primeiramente, Bismarck buscou a manutenção do status quo pós-Guerra Franco-Prussiana, cujo resultado colocou a Alemanha em posição destacada na Europa. Já sob Guilherme II, uma política externa mais ambiciosa procurou promover internacionalmente o Império como uma potência de nível mundial. Condições internas e externas facilitaram e/ou dificultaram este processo. A elaboração de uma política de alianças, a intensificação da extração e da mobilização de recursos sociais, o estímulo a um nacionalismo de Estado, o combate a ideologias tidas como perigosas e o fortalecimento das estruturas e instituições do novo Império Alemão foram elementos extremamente importantes para transformar o que outrora era um emaranhado de Estados sem muita relevância política em uma potência mundial já em fins do século XIX.

Palavras-chave


Realismo Neoclássico; Política Externa Alemã; Extração de Poder; Otto Von Bismarck; Kaiser Guilherme II

Texto completo:

PDF

Referências


ALEMANHA. Constituição do Império Alemão de 1871. His Majesty the King of Prussia in the name of the North German Federation, His Majesty the King of Bavaria, His Majesty the King of Württemberg, His Royal Highness the Grand Duke of Baden and His Royal Highness the Grand Duke of Hesse and by Rhine… Reichsgesetzblatt, Berlim, 16 de abr. 1871. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. de 2018.

ALEMANHA. Lei Antissocialista de 21 de outubro de 1878. Lei contra os esforços publicamente perigosos da Social-Democracia. Reichsgesetzblatt, Berlim, 21 out. 1878. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2018.

BERGHAHN, Volker. Imperial Germany: economy, society, culture and politics – 1871-1914. New York: Berghahn Books, 2005.

BISMARCK, Otto von. A Ferro e Sangue. Discurso, 1862. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2018.

BISMARCK, Otto von. A Questão Polonesa. Discurso, 28 jan. de 1886. Disponível em: < http://germanhistorydocs.ghi-dc.org/docpage.cfm?docpage_id=2888>. Acesso em: 21/04/2018.

BISMARCK, Otto von. Nós, alemães, tememos a Deus e a nada mais no Mundo. Discurso, 6 fev. 1888. Disponível em: < http://germanhistorydocs.ghi-dc.org/sub_document.cfm?document_id=1865>. Acesso em: 18/04/2018.

BISMARCK, Otto von. Preceitos de Putbus sobre a Constituição Alemã. Memórias, 1866. Disponível em: . Acesso em 21/04/18.

BISMARCK, Otto von. Sobre a “Questão Polonesa”. Discurso, 28 jan. 1886. Disponível em: < http://germanhistorydocs.ghi-dc.org/docpage.cfm?docpage_id=2886>. Acesso em: 18/04/2018.

BISMARCK, Otto von. Pesadelo de Coalizões. Memórias. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2018.

BULOW, Bernhard von. Por um Lugar ao Sol. Discurso, 1897. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2018.

BULOW, Bernhard von. Uma Política Externa Dinâmica. Discurso, 11 dez. 1899. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2018.

CANFORA, Luciano. 1914. São Paulo: EDUSP, 2014.

CHICKERING, Roger. Militarism and Radical Nationalism. In: RETALLACK, James. (Org.). Imperial Germany: 1871 – 1918. Oxford: Oxford University Press, 2010.

CLARK, Christopher. Iron Kingdom: the rise and downfall of Prussia. Londres: Penguin books, 2006.

______. Kaiser Wilhelm II: a life in power. Londres: Penguin Books, 2009.

______. Os Sonâmbulos: como eclodiu a Primeira Guerra Mundial. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

CONRAD, Sebastian. Transnational Germany. In: RETALLACK, James. (Org.). Imperial Germany: 1871 – 1918. Oxford: Oxford University Press, 2010.

CROWE, Eyre. Percepções sobre a política externa alemã na Inglaterra. Memorando, 1º de jan. de 1907. Disponível em: . Acesso em: 22 de abr. 2018.

DISRAELI, Benjamin. Disraeli sobre a “Revolução Alemã”. Discurso, 9 fev. 1871. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2018.

FAIRBAIRN, Brett. Economic and Social Developments. In: RETALLACK, James. (Org.). Imperial Germany: 1871 – 1918. Oxford: Oxford University Press, 2010.

FRIEDBERG, Aaron. The Weary Titan : Britain and the experience of relative decline (1895-1905). Princeton: Princeton University Press, 2010.

HERWIG, Holger H. Why did it Happen? In: HAMILTON, Richard F.; HERWIG, Holger H. (Eds.). The Origins of World War I. New York, USA: Cambridge University Press, 2008.

HEWITSON, Mark. Wilhelmine Germany. In: RETALLACK, James. (Org.). Imperial Germany: 1871 – 1918. Oxford: Oxford University Press, 2010.

HOBSBAWN, Eric J. A Era das Revoluções: Europa 1789-1848. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2004-I.

______. A Era do Capital: 1848-1875. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2004-II.

______. A Era dos Impérios: 1875-1914. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016.

______. A Era dos Extremos: o breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. Nações e Nacionalismo desde 1780: programa, mito e realidade. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2011.

JOLL, James & MARTELL, Gordon. The Origins of the First World War. Londres e Nova Iorque: Routledge, 2007.

KENNAN, George Frost. O declínio da ordem européia de Bismarck. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1985.

KITCHEN, Martin. História da Alemanha Moderna: de 1800 aos dias de hoje. São Paulo: Cultrix, 2013.

KUHNE, Thomas. Political Culture and Democratization. In: RETALLACK, James. (Org.). Imperial Germany: 1871 – 1918. Oxford, UK: Oxford University Press, 2010.

LERMAN, Katherine Anne. Bismarckian Germany. In: RETALLACK, James. (Org.). Imperial Germany: 1871 – 1918. Oxford: Oxford University Press, 2010.

LOBELL, Steven. Threat Assessment, the State, and Foreign Policy: a neoclassical realist model. In: LOBELL, Steven E.; RIPSMAN, Norrin M.; TALIAFERRO, Jeffrey W. (Eds.). Neoclassical Realism, the State, and Foreign Policy. Cambridge, U.K.: Cambridge University Press, 2009.

LOBELL, Steven E.; RIPSMAN, Norrin M.; TALIAFERRO, Jeffrey W., (Eds.). Neoclassical Realism, the State, and Foreign Policy. Cambridge, U.K.: Cambridge University Press, 2009.

MULLIGAN, William. The Origins of the First World War. New York: Cambridge University Press, 2010.

PAUL HARRIS, J. Great Britain. In: HAMILTON, Richard F.; HERWIG, Holger H. (Eds.). The Origins of World War I. New York, USA: Cambridge University Press, 2008.

RATHBUN, Brian. A rose by any other name: Neoclassical realism as the logical and necessary extension of structural realism. Security Studies, v. 17, n. 2, p. 294-321, 2008.

ROSE, Gideon. Neoclassical realism and theories of foreign policy. World politics, v. 51, n. 1, p. 144-172, 1998.

RUSSEL, Odo. Carta de Odo Russel, embaixador britânico para a Alemanha, ao seu superior, Lorde Granville, Secretário de Relações Exteriores da Grã-Bretanha. Carta, 11 fev. 1873. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2018.

SCHWELLER, Randall. Neoclassical realism and state mobilization: expansionist ideology in the age of mass politics. In: LOBELL, Steven E., RIPSMAN, Norrin M. & TALIAFERRO,Jeffrey W. (Eds.). Neoclassical Realism, the State, and Foreign Policy. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

TALIAFERRO, Jeffrey W. Security seeking under anarchy: Defensive realism revisited. International security, v. 25, n. 3, p. 128-161, 2001.

______. Neoclassical realism and resource extraction. In: LOBELL, Steven E.; RIPSMAN, Norrin M.; TALIAFERRO, Jeffrey W. (Eds.). Neoclassical Realism, the State, and Foreign Policy. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

______; LOBELL, Steven; RIPSMAN, Norrin. Introduction: neoclassical realism, the state, and foreign policy. In: LOBELL, Steven E.; RIPSMAN, Norrin M.; TALIAFERRO, Jeffrey W. (Eds.). Neoclassical Realism, the State, and Foreign Policy. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

WALTZ, Kenneth. Theory of International Politics. Long Grove: Waveland Press, 1979.

WILLIAMSON Jr., Samuel R.; VAN WYK, Russel. July 1914: soldiers, statesmen, and the coming of the Great War: a brief documentary history. Boston: Bedford/St. Martins, 2003.

ZAKARIA, Fareed. From Wealth to Power: the Unusual Origins of America’s World Role. Princeton University Press, 1998.




DOI: https://doi.org/10.26792/rbed.v7n1.2020.75200

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES